Ceia de Natal está mais cara este ano

Por Renata Oliveira – renata.oliveira@balzaqueando.com

Pesquisa da Fundação Getúlio Vargas revela que azeite e vinho tiveram alta de mais de 16%

Apesar da crise, ingredientes típicos da ceia de natal e fim de ano estão 10,19% mais caros este ano, do que em 2015. De acordo com levantamento feito pela FGV – Fundação Getúlio Vargas, a variação de preços dos elementos da mesa natalina da família brasileira subiu acima da inflação registrada pelo IPC – Índice de Preços ao Consumidor, que foi de 6,76% de dezembro de 2015 a novembro de 2016. De economia nós mulheres entendemos…

Entre os produtos que apresentam maior alta, estão o azeite (17,52%), o vinho (16,95%) e frutas frescas (16,91%). Além destes outros itens importantes da ceia de Natal e comum no dia-a-dia dos brasileiros também subiram mais que a inflação.

Segundo o coordenador do IPC da FGV/Ibre, André Braz, como se espera uma inflação para o ano abaixo de 7%, a alta de 10,19% nos produtos de época é real. “Quer dizer que esses produtos já vão pesar nos orçamentos comprometidos pela crise que a gente atravessa. O consumidor vai ter que usar, mais do que nunca, sua criatividade, para botar o mínimo na ceia”, disse Braz já que a alta dos preços vai ser sentida de imediato.

O levantamento da FGV também revelou números sobre a intenção de compras do consumidor neste Natal. Este ano, 57,7% dos consumidores pretendem gastar menos do que no ano passado neste período. Outros 5,4% pretendem gastar mais. Em 2015, os índices representavam 6 1,5% e 5,6% respectivamente.

Mas apesar da ceia mais cara, podemos caprichar nos presentes. A pesquisa da Fundação Getúlio Vargas apresentou uma queda nos preços dos presentes no período de 12 meses. Segundo o estudo, a média dos preços ficou em 4,23%, índice que está abaixo da inflação.

O resultado desta pesquisa está relacionado à recessão econômica e mostra que, apesar de uma ligeira melhora da intenção de compras no período natalino, comerciantes devem esperar por um resultado abaixo do observado em anos de crescimento econômico.

Considerando o cenário de aumento nos preços, preparamos umas dicas de ceias mais econômicas para as festas de fim de ano.

1) Planeje e tenha certeza da quantidade de convidados que você terá. O número de pessoas que vai impactar diretamente no valor que será gasto;

2) Tenha caneta e papel em mãos, liste tudo que você pretende fazer, revise e avalie para acompanhar os gastos, possíveis cortes e distribuição de tarefas e ingredientes.

3) Com sua lista na mão, faça a pesquisa. Você pode encontrar uma grande diferença de preços entre um mercado e outro.

4) No cardápio opte por apenas 1 prato quente principal. Substitua o peru por um chester ou frango assado mais saborizado, com vinho ou suco de frutas, por exemplo. Para os acompanhamentos, arroz com castanha, farofas com miúdos ou passas uma salada e capriche na sobremesa tropicais, doces com frutas são as melhores opções. Sem exageros. O suficiente para a ceia e o almoço do dia 25.

5) Um dos métodos cada vez mais utilizados é solicitar entre os convidados, que cada um leve um prato, um ingrediente da ceia. Olha a lista aí de novo! Caso você vá oferecer a ceia e os convidados quiserem contribuir, uma dica é pedir que levem panetones, doces ou outras iguarias que sirvam como complemento.

5) Recicle e Reutilize: um ambiente decorado para comemorar é sempre mais inspirador e emocionante. Porém, a ornamentação pode encarecer os custos da festa. Linhas, fitas, miçangas, restos de lã, tecidos e garrafas pet: tudo pode ser utilizado.

Feliz Natal!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *