Defensoria Pública de SP lança cartilha sobre masculinidade

Por Renata Oliveira – renata.oliveira@balzaqueando.com

Orgão fomenta debates sobre gênero e masculinidade

A Defensoria Pública de São Paulo lançou a cartilha “Vamos falar sobre masculinidade?”. A publicação apresenta orientações sobre como coibir o machismo na sociedade. Serão disponibilizadas 10 mil cópias em todas as unidades do órgão e a versão digital no site da defensoria .

A defensora pública e coordenadora auxiliar do Núcleo de Promoção e Defesa dos Direitos da Mulher, Yasmin Pestana, diz que objetivo é estimular o debate sobre gênero. “Esse perfil que a gente chama de masculinidade hegemonizada, um padrão de como deve ser o homem – não pode demonstrar sensibilidade, não pode chorar, tem que ser provedor –, tudo isso tem que ser discutido nas localidades”, afirmou.

A defensora explicou que o público-alvo da campanha, os homens terão a oportunidade de refletir sobre sua conduta. “A cartilha surge diante da necessidade de se discutir com os homens, não só aqueles que já tiveram envolvimento criminal com violência doméstica, mas todos os homens, sobre o machismo”.

A publicação fala não apenas sobre violência doméstica, sobre serviços de acolhimento, mas traz ainda outras reflexões sobre o tema. “Vincular masculinidade a agressividade e autoritarismo reverbera para a prática da violência doméstica”, disse.

O Núcleo de Promoção e Defesa dos Direitos da Mulher, idealizador do material, tem como missão fornecer suporte teórico e prático aos defensores públicos, em âmbito estadual. São cerca de 40 municípios atendidos. O núcleo também é responsável pela fiscalização e o monitoramento de politicas públicas voltadas à proteção da mulher.

www.defensoria.sp.def.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *