Pretende casar fora da igreja? Especialista alerta para “micos” na hora de contratar um mestre de cerimônias

Com muitos afazeres pré-nupciais, alguns noivos esquecem a importância de encontrar um celebrante adequado para o casamento e acabam tendo uma experiência desagradável no momento mais importante da festa

Todos os noivos desejam ter um casamento perfeito. Para que isso aconteça, eles investem tempo e dinheiro em uma festa que dura apenas algumas horas, mas que os marcará para o resto de suas vidas.

A maratona de testes começa meses antes desse dia especial: provar o vestido da noiva, a roupa da daminha e o terno do noivo, escolher aliança, local, decoração e convite, fazer a lista de padrinhos e convidados, experimentar entradas, pratos principais, docinhos, bolos e bem-casados, contratar fotógrafo, DJ e banda. Nenhum detalhe pode ser esquecido… ou pode?

Toda essa festa é só um preâmbulo para o verdadeiro motivo da reunião: a cerimônia de casamento. Em meio a tantos afazeres, escolher quem celebrará essa união é fundamental. “Já ouvi inúmeros episódios desagradáveis, relatados por noivos que se arrependeram da escolha que fizeram”, conta Carla Ribeiro, a Carla Careca, musicista e casamenteira com mais de uma década de experiência como celebrante.

Segundo Carla, o número de noivos que buscam uma alternativa à celebração religiosa tem crescido ultimamente. “Podem ser famílias com religiões diferentes, noivos agnósticos ou casais homossexuais que, mesmo seguindo uma religião, não podem celebrar seu amor na ritualística tradicional”, explica.

Por diversos motivos, o celebrante é uma escolha pessoal, que reflete características do estilo de vida e do conjunto de crenças dos noivos. Entre questões objetivas e subjetivas, Carla conta quais são os cinco passos necessários para encontrar o mestre de cerimônia perfeito para o seu casamento.

1 – Indicações
Não é de hoje que a indicação de um bom prestador de serviço movimenta a economia dos bairros. Entretanto, nos dias de hoje, com o avanço da tecnologia e inclusão social, uma indicação local pode se tornar global. Isto quer dizer que ao fazer uma simples busca na internet é possível analisar a reputação da empresa/marca. A colaboração de quem já teve a experiência com o prestador de serviço poderá contribuir bastante na hora de fechar o contrato.

“É fundamental que você busque indicações de amigos e veja a avaliação e comentários sobre o trabalho do profissional nas redes sociais”, diz Carla. Ao encontrar um profissional, faça uma busca em sites de reclamações. “Certifique-se de que clientes que o contrataram não tiveram problemas com ele”.

2 – Avalie o valor do serviço
Com o alto custo de um casamento, muitas vezes os noivos optam por um celebrante mais barato. “Nesse momento, mais do que preço, busque o valor que o profissional tem no mercado. Você encontrará bons profissionais com preços considerados justos”, avalia a especialista.

Ao achar o profissional adequado, Carla sugere que os noivos não tenham vergonha de pechinchar –caso selecionem um celebrante que não caiba no bolso.

3 – Perfil do Mestre de Cerimônias
É comum que qualquer mestre de cerimônias coloque os seus próprios valores, crenças e conceitos em suas celebrações. “ Suspeite se o contratado disser que muda de personalidade para seu casamento”, alerta a casamenteira, que completa “Tem que ser alguém que seja capaz de traduzir a visão do mundo e os sentimentos dos noivos em uma celebração”.

Para Carla, o celebrante deve ter a cara dos noivos para que tudo sai conforme planejado. “Se o casal tem um estilo mais formal e tradicional, não adianta querer contratar alguém com visual e ideias inovadoras”, diz.

4 – Contato pessoal
Atualmente é muito fácil comprar produtos pela internet sem nunca ter visto pessoalmente. Existem experiências positivas e negativas quanto a isso. Quando existe a contratação de um mestre de cerimônias, a especialista alerta pela necessidade de conversar pessoalmente antes de fechar o serviço, “Muitas vezes, nós temos uma impressão incompleta quando conversamos apenas por telefone ou por e-mail com alguém. No entanto mesmo que o evento esteja em cima da hora, busque um encontro rápido para lapidar alguns ruídos que podem ser gerados em conversas tidas por outros meios de comunicação”, orienta.

“Nada substitui o tête-à-tête”, afirma Carla. “Pessoalmente você irá sentir se ele é a pessoa certa para o seu casamento ou qualquer celebração.”.

5 – Emocionem-se
Desconfie se o celebrante não tiver vídeos ou cases armazenados em algum local na web, seja em redes sociais ou website. Só assistindo a alguma performance que será possível saber se o mestre de cerimônias poderá suprir as exigências dos noivos ou não. Para Carla, esta dica é a mais importante. “,Se os olhos ficarem marejados, estarão diante da pessoa mais adequada para ser a responsável pelo momento mais especial da sua vida.”

Sobre Carla Ribeiro – Formada em direito, Carla Ribeiro desistiu da toga para dedicar-se à música. Mais de dez anos atrás, ela foi convidada para ser mestre de cerimônia e nunca mais parou. Conhecida como Carla Careca, a musicista e casamenteira já realizou mais de 5.000 cerimônias. Ela também é idealizadora dos projetos “Amor na Prática” e “Canção de Ninar”, no qual canta para pacientes terminais no Hospital Pérola Byington.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *