Empreendedora dá dicas de como investir e ter sucesso no próprio negócio

“Ser dono do próprio negócio.” Esse é um desejo cada vez mais comum entre os brasileiros. Empreender é uma tendência do momento. Segundo o Sebrae, nos últimos 3,5 anos, 11,1 milhões de empresas foram criadas no Brasil. Mas é preciso saber que junto com o bônus de ser seu próprio patrão também há o ônus de ter que arcar com todas responsabilidades do investimento.

Organização, planejamento, persistência, cautela financeira e dedicação são algumas das palavras-chave para quem quer começar a empreender. É preciso refletir bastante antes de investir em um novo negócio e se arriscar no mercado.

Para Valéria Fortes, empresária, sócia do Marcio Mello Espaço Rio, salão em Copabacana, e da Fortes Assessoria Contábil, que fica em Macaé, ambos no Rio de Janeiro, é necessário ter “pé no chão” na hora de empreender.

“Para começar é preciso sair da fantasia de que a vida de patrão é glamurosa. O patrão que quer fazer sucesso no seu negócio tem que ser o primeiro a chegar e o último a sair. Além disso, antes de se arriscar em um empreendimento é essencial estudar muito o mercado, fazer muitas pesquisas sobre a área que se deseja investir, não desistir na primeira crise e ter controle financeiro”, ressalta a empresária.

A empreendedora lembra ainda que ser mulher e dona de seu próprio negócio ainda é muito difícil no Brasil. Apesar disso, uma pesquisa do Sebrae aponta que os negócios femininos já superaram os masculinos no volume de abertura de empresas no país. Elas são responsáveis por 51% empreendimentos inaugurados entre 2014 a 2017.

“Ser mulher no mercado não é fácil. Ainda existe machismo. Nossa luta é mais complicada. É preciso assumir e reconhecer isso. Nós temos sempre que mostrar que somos mais capazes. E muitas vezes ainda temos outras funções além da ser empreendedoras. Muitas mulheres também são mães, esposas, cuidam do lar… Ou seja, é uma jornada tripla e ocupadíssima”, desabafa Valéria Fortes

A empresária ainda afirma que é preciso saber que nenhum negócio gera lucros de imediato. É preciso muita paciência do investidor.

“O início é sempre difícil. Eu noto que as pessoas querem que dê certo logo. Mas tem que ter persistência. Em qualquer negócio você tem que se projetar para o futuro e saber esperar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *