Programa orienta cabeleireiros, podólogos e tatuadores a identificar câncer de pele do tipo melanoma

Juntos Contra o Melanoma reúne profissionais renomados e promove workshops gratuitos nesta sexta-feira (11) e sábado (12), em São Paulo

O câncer de pele apresenta mais casos no Brasil do que os outros tipos da doença, segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA). Entre os tumores de pele, o tipo melanoma é considerado o mais grave e mortal devido a sua grande capacidade de produzir metástases. Para disseminar conhecimento sobre o tema, o Grupo Brasileiro de Melanoma (GBM) criou o Juntos Contra o Melanoma, programa para incentivar o diagnóstico precoce por meio da orientação de profissionais que podem desempenhar papel importante na detecção da doença, como cabeleireiros, podólogos e tatuadores.

A primeira ação do programa, realizada em parceria com o Instituto Melanoma Brasil, acontece na próxima sexta-feira (11), no Centro de Convenção Rebouças, em São Paulo, às 11h e 14h, com a realização de três workshops gratuitos ministrados por médicos integrantes do GBM. Com duração de 1h30, os encontros acontecerão simultaneamente e trarão informações gerais sobre a doença, seus sinais, sintomas e dicas de como os profissionais poderão sugerir o encaminhamento médico ao identificar uma pinta ou mancha suspeita em seus clientes.

O melanoma avançado é responsável por mais de 1,5 mil mortes por ano no Brasil. Esse número é muito alto para uma doença com chances de cura superiores a 90% se diagnosticada na fase inicial. “Muitos estudos apontam a importância de dialogar com esses profissionais. E é justamente esse aprendizado que nos propormos a oferecer. Queremos estabelecer uma nova referência nas campanhas de conscientização, muito além das concentradas em proteção solar. Pouco se educa a população sobre a doença e está na hora de ir adiante”, afirma o dermatologista Elimar Gomes, idealizador do programa e presidente do GBM.

Workshops especializados – Dois painéis são direcionados aos profissionais da beleza. “Você consegue encontrar um melanoma no couro cabeludo” é voltado aos cabeleireiros, considerados valiosos colaboradores dos médicos na detecção precoce do melanoma. Segundo estudo publicado no ano passado pelo Annals of Surgical Oncology, 10% dos casos de melanoma teriam sido encaminhados por cabeleireiros aos centros de saúde dos Estados Unidos. Em “Um alerta sobre o perigo do melanoma palmo-plantar e ungueal” será a vez dos podólogos receberem orientações sobre essa variante da doença de alta frequência. Ela geralmente aparece como uma pinta irregular nas palmas e nas plantas dos pés e também como linhas escuras nas unhas.

No workshop “Nunca esconda um melanoma com uma tatuagem”, os tatuadores receberão orientações sobre como proceder com clientes que já tenham tido melanoma ou tenham risco elevado de desenvolver a doença.

Alerta para a população – Além dos workshops especializados, no sábado (12), às 11h, será realizado um grande encontro, também gratuito, aberto a todos os interessados em saber mais sobre o tema. Na sessão “Vamos lutar Juntos contra o Melanoma!”, os médicos do GBM e a equipe da Instituto Melanoma Brasil apresentará em detalhes as formas de prevenção, o diagnóstico, o tratamento do melanoma, além da importância da atuação dos grupos de apoio ao paciente.

“Por falta de informação, as pessoas não se preocupam e muitas delas nem imaginam que o câncer de pele pode matar, principalmente o melanoma. Esses profissionais são fundamentais para o diagnóstico precoce, pois observam constantemente a pele de boa parte da população. Além disso, é muito importante conscientizar toda a população sobre a gravidade do melanoma e a existência de grupos de apoio”, explica Rebecca Montanheiro, presidente do Melanoma Brasil.

Os workshops promovidos pelo grupo Juntos Contra o Melanoma acontecem paralelamente ao 12a Conferência Brasileira de Melanoma, evento anual do GBM, realizado entre os quinta-feira (10) e sábado (12). Além dessas ações, uma campanha prosseguirá na internet, por meio do hotsite www.juntoscontraomelanoma.com.br e contará com a participação de influenciadores digitais. Os workshops também se expandirão para versões realizadas in company em salões de beleza, podologia e estúdios de tatuagem, e poderão integrar a programação de eventos direcionados para esses profissionais.

Doação de Cabelos – Durante toda a conferência haverá um lounge dedicado ao Juntos Contra o Melanoma, em que profissionais de salões de beleza, como JJ Cabeleireiros e Hi Salão, oferecerão cortes gratuitos aos interessados em doar cabelos para a Rapunzel Solidária, organização que confecciona perucas para pacientes em tratamento oncológico.

Serviço:
Workshops de conscientização “Juntos contra o Melanoma para cabeleireiros, podólogos e tatuadores”
Data: sexta-feira (11)
Horário: 11h e 14h
Workshop de conscientização “Vamos lutar Juntos contra o Melanoma” para o público em geral

Data: sábado (12)
Horário: 11h
Local: Centro de Convenções Rebouças
Endereço: Av. Rebouças, Av. Rebouças, 600 – Pinheiros, São Paulo – SP
Informações: http://www.juntoscontraomelanoma.com.br/

Sobre o Grupo Brasileira de Melanoma: Fundado em 1996, o GBM se consolidou como referência brasileira em prevenção, diagnóstico, acompanhamento, tratamento e pesquisa do melanoma em todas as suas modalidades. O grupo reúne 2 mil médicos de diferentes especialidades médicas, principalmente dermatologia, oncologia clínica, oncologia cirúrgica e patologia. Em mais de 20 anos de história, o GBM realizou 11 conferências nacionais, dezenas de eventos regionais e centenas de reuniões locais em todo o Brasil, além de manter registros epidemiológicos e preparar artigos científicos. Promove também diversas campanhas voltadas à população, elucidando e conscientizando sobre o tema. Para saber mais, acesse: www.gbm.org.br.

Sobre o Instituto Melanoma Brasil: O Instituto Melanoma Brasil é uma organização não governamental sem fins lucrativos que atua na divulgação e conscientização sobre o melanoma, o tipo de câncer de pele mais perigoso e letal. Destaca-se entre seus objetivos, promover educação sobre a importância do autocuidado, da prevenção e do diagnóstico precoce do melanoma para toda a população. Além de promover ações de comunicação, o Instituto também acolhe, incentiva o relacionamento e troca de experiências entre pacientes diagnosticados com a doença e os apoia em sua jornada contra o melanoma. O Instituto nasceu em abril de 2014, após o diagnóstico de melanoma de sua idealizadora, Rebecca Montanheiro. Além da Diretoria Executiva, a organização conta com um Comitê Científico, formado por médicos dermatologistas e oncologistas, e coordena o Grupo de Apoio e Acolhimento a Pacientes, hoje com mais de 200 pacientes cadastrados. O Instituto Melanoma Brasil conta com chancela e apoio institucional da fundação norte-americana AIM AT Melanoma e do Grupo Brasileiro de Melanoma (GBM).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *