Aplicativo JusTap ajuda consumidor a fazer valer seus direitos na volta das férias

Por Fernanda Amorim – fernanda.amorim@balzaqueando.com

Ferramenta disponível para iOS e Android traz informações sobre Direito do Consumidor e facilita o acesso a um advogado

Preparar a volta para casa depois de uma longa viagem de férias e descobrir em cima da hora que seu voo foi cancelado. Ou desembarcar do voo e saber que a mala foi extraviada. Encomendar todo o material escolar dos filhos pela internet e não receber os produtos. O aplicativo JusTap nasceu para ajudar o consumidor a compreender melhor os seus direitos e até mesmo a contratar um advogado, quando se deparar com situações como essas.

Disponível para iOS e Android, o JusTap fornece para consumidores de todo o Brasil informações sobre direitos, legislação e funcionamento da Justiça. Já a possibilidade de contratar um advogado por meio do aplicativo está disponível, inicialmente, em São Paulo, no Rio de Janeiro e no Distrito Federal. Aos poucos, essa parte do serviço será ampliada para as principais cidades brasileiras.

“Problemas como atraso de voo, bagagem extraviada, overbooking e compras não entregues pela internet são apenas alguns exemplos de problemas que atrapalham a vida de muita gente na volta das férias e também o ano todo. Mas a grande maioria das pessoas não sabe como buscar uma reparação por esses danos”, explica o fundador do JusTap, Rogério Fontes.

O JusTap trabalha com teses jurídicas pré-definidas, o que aumenta as chances de sucesso de uma eventual ação judicial. O consumidor baixa o aplicativo, encontra a situação que se aplica ao seu caso, entende o que diz a lei e descobre como deve agir na hora em que o problema se apresenta.

Sobre o JusTap

O JusTap é um aplicativo de celular desenvolvido com o objetivo de ampliar o acesso à Justiça e ajudar o consumidor a fazer valer seus direitos. São disponibilizadas informações e orientações para as mais diversas situações do dia-a-dia: desde um atraso de voo até uma clonagem de cartão de crédito, passando por casos como uma cobrança indevida na conta de celular ou problemas com compras na internet. Para o consumidor, o JusTap não tem custo. Ele paga somente as despesas referentes aos serviços prestados pelo advogado, caso contrate um profissional.

Já os advogados pagam uma mensalidade, que varia de acordo com o número de teses contratadas. Em fase de lançamento, o JusTap oferece isenção desse custo por um período de três meses. Depois disso, haverá três opções de pacote: R$ 59,90, R$ 99,90 ou R$ 159,90. Será aplicada ainda uma taxa de 1% sobre o valor das transações financeiras realizadas dentro do aplicativo e uma taxa de R$ 150 por cliente obtido na plataforma, para viabilizar a transferência de documentos e informações ao advogado.

Um comentário em “Aplicativo JusTap ajuda consumidor a fazer valer seus direitos na volta das férias

  • 25 de fevereiro de 2017 a 12:42
    Permalink

    Deixa ver se entendi: O advogado contrata o aplicativo com um custo mensal para atender a clientes de graça e depois de oferecer a solução rezar para ser contratado por algum deles? É isso?

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *