Quando o Mercosul atende por ela

O sotaque carioca que baila com a latinidade e o humor sagaz são características que despertam os olhares para Claudia Elizabeth Troncoso. A argentina, que cresceu no Uruguai e escolheu o Brasil no final da adolescência, tem 38 anos ― 20 deles vividos no Rio de Janeiro — é professora, tradutora, jornalista e empresária. Suas atividades são pautadas nas questões sociais, na empatia, na proatividade e na formação salesiana (congregação católica focada nos jovens), que destaca a alegria, a honestidade e a fé como qualidades humanas e profissionais.

Em 2013, Claudia atuou como tradutora voluntária na Jornada Mundial da Juventude, dentro do comitê de organização da Arquidiocese do Rio. A experiência nesse ambiente multicultural e os anos de dedicação ao meio corporativo fortaleceram a vontade da professora de espanhol de se tornar dona da sua própria empresa; assim surge o “Idioma Espanhol 2.0”, projeto que incentiva o ensino e o aprendizado do idioma e é, ao mesmo tempo, um catalisador da cultura dos países-membros do Mercosul (Mercado Comum do Sul), bloco econômico formado pelo Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai. Isto significa que os outros países da América Latina, Espanha e Portugal ficam de fora? Não, apesar de não serem o foco, os países associados ao bloco, que são Chile, Colômbia, Equador, Guiana, Peru e Suriname, também têm espaço de troca e informação, o mesmo vale para os países ibéricos.

A empresa oferece treinamento educacional, aulas individuais, em grupo e voltadas para negócios, além dos cursos preparatórios para a prova do SIELE, Servicio Internacional de Evaluación de la Lengua Española (Serviço Internacional de Valorização da Língua Espanhola, em tradução livre), que podem ser feitos presencialmente ou online. Há quase um ano, recebeu a licença para aplicar os testes de certificação do idioma. Nas redes sociais, o Idioma Espanhol 2.0 mostra a força da integração da América do Sul, com referências de estilos musicais, dança, gastronomia, cinema e artes, assim como as parcerias com projetos sociais, a exemplo do Wolves Girls Basquete Feminino, trabalho que incentiva o contato de meninas e mulheres com o esporte. Outro destaque é “Juanito” Lennon, personagem de brinquedo representado pelo músico dos Beatles, como se fosse um aluno de espanhol da fundadora Claudia, que pondera a importância da expansão da língua espanhola no Brasil e do português para os outros países do bloco, para criar laços de identificação e amizade entre eles. E essa é uma habilidade de quem experimenta o Mercosul com a própria história.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *